quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Petistas fazem apelo a Marina e alguns sugerem prévias

::

A imagem “http://4.bp.blogspot.com/_U41oT9gU-mk/RqCwXLMZ2rI/AAAAAAAAAaw/j_2Ws61gQtA/s320/Ministra+Marina+Silva.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Marina Silva


por Renato Rovai


Circula pela internet carta assinada por um grupo de petistas apelando para que a senadora Marina Silva não saia do partido. Neste movimento já há quem considere que ela deveria disputar prévias internas com Dilma. E que mesmo se viesse a perder, prestaria um grande serviço ao partido por mostrar que no PT o jogo não é de cartas marcadas e que mesmo Lula com toda a sua liderança não manda sozinho no partido.

Mas a verdade é que única pessoa que poderia fazer a senadora mudar de idéia hoje e impedi-la de ir para o PV chama-se exatamente Lula. Caso ele viesse a dizer isso a ela, Marina ficaria, acreditam esses petistas. E disputaria prévias.

Nesse caso, a senadora poderia sim repetir o efeito Obama no Brasil. Obama só se tornou presidente dos EUA porque disputou as prévias no Partido Democrata. Se tivesse saído do partido, e disputado as eleições por outra agremiação, dificilmente teria tido 10% dos votos.

Sem um partido forte, com muito tempo de TV e sem ramificação nacional, numa eleição onde não se disputa só a presidência da República, mas governos de Estado, a renovação de 2/3 do Senado e de todos os cargos de deputados federais e estaduais do país, qualquer candidatura é muito frágil.

Quanto à disposição de Gilberto Gil de ser candidato a vice de Marina, não posso deixar de registrar aqui, seria um sonho bom ver uma chapa dessas governando o Brasil. Gil fez uma excelente gestão no Ministério da Cultura, além de ser um dos artistas mais inteligentes e sensíveis do Brasil. Marina dispensa comentários.

E em 31 de janeiro escrevi algo quase premonitório aqui em relação a uma candidatura dela a presidente.

Concordo com a avaliação desses petistas, acho que Marina deveria ir às prévias no partido. Sua candidatura, nesse caso, poderia sim vir a ser a grande novidade no cenário eleitoral.

Se o PT é um partido complicado, o PV que apóia Aécio, Kassab, Serra e está no governo Lula não é algo mais fácil de lidar. Com uma agravante, é um partido pequeno, sem base social e identidade ideológica. Ou seja, pensa Marina.

Fonte: Blog do Rovai - Revista Fórum

::
Share/Save/Bookmark

Nenhum comentário: