quinta-feira, 23 de abril de 2009

Ministros discutem briga entre Mendes e Barbosa

::

Wilson Dias/Agência Brasil
MInistro Joaquim Barbosa afirma que Mendes está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário
MInistro Joaquim Barbosa afirma que Mendes "está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário"

da Redação Terra Magazine

Em plenária do Supremo Tribunal Federal na tarde desta quarta-feira, 22, o ministro Joaquim Barbosa criticou o presidente da corte, ministro Gilmar Mendes, acusando-o de faltar com o respeito e "destruir a imagem da Justiça nesse país". Gilmar Mendes retrucou, afirmando que Barbosa falta a sessões.

Assista ao confronto no STF:
» Joaquim Barbosa: Gilmar Mendes "destroi Justiça" no Brasil; veja vídeo

O colegiado do STF pode adotar uma posição a respeito dos ataques verbais. Depois do confronto, os ministros iniciaram uma reunião para discutir o espisódio. A coletiva da Mendes à imprensa corre o risco de ser cancelada.

A pauta da plenária recuperava ações já debatidas no Supremo em 2006. Durante sessão em que Barbosa estava de licença, o Supremo considerou inconstitucional a lei do sistema previdenciário do Paraná para os serventuários do Estado. Hoje, os ministros debatiam a extensão da medida - se valeria para todos os servidores ou somente para aqueles que se aposentaram depois da decisão do Supremo.

Durante a plenária, Barbosa questionou o procedimento de Mendes, dizendo que teria de "expor sua tese em pratos limpos". Mendes respondeu:

- Vossa excelência não tem condições de dar lição a ninguém.

Barbosa:
- E nem vossa excelência. Vossa excelência me respeite, vossa excelência não tem condição alguma. Vossa excelência está destruindo a Justiça desse País e vem agora dar lição de moral em mim? Saia a rua, ministro Gilmar. Saia a rua, faz o que eu faço.

Mendes:
- Eu estou na rua, ministro Joaquim.

Barbosa:
- Vossa excelência não está na rua não, vossa excelência está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro. É isso.

O pedido de "ponderação" do ministro Ayres Britto não surtiu efeito.

Barbosa:
- Vossa excelência quando se dirige a mim não está falando com os seus capangas do Mato Grosso, ministro Gilmar. Respeite.

Mendes:
- Ministro Joaquim, vossa excelência me respeite.

Precedentes

Em setembro de 2007, os dois minsitros do Supremo protagonizaram outro bate-boca. Barbosa reclamou por não ter sido consultado sobre a questão de ordem em debate, afimando que a recuperação do tema tratava-se de manobra do ministro Mendes.

Barbosa:
- Ministro Gilmar, me perdoe a palavra, mas isso é jeitinho. Nós temos que acabar com isso.

Mendes:
- Eu não vou responder a Vossa Excelência. Vossa Excelência não pode pensar que pode dar lição de moral aqui.

Barbosa:
- Eu não quero dar lição de moral.

Mendes:
- Vossa Excelência não tem condições.

Barbosa:
- E Vossa Excelência tem?

Fonte: Terra Magazine

::


Share/Save/Bookmark

Um comentário:

Marcos Ury Um cidadão Brasileiro disse...

Que se esta discussão seja o inicio do processo de moralização doSTJ!